10º Fórum Goiano de Software Livre e 1ª Escola Regional de Informática de Goiás

Por Márcia Santos Almeida. Publicado em Eventos

banner amigo 234.60O Fórum Goiano de Software (FGSL) é um evento que busca sempre abordar temas relacionados ao conceito de software socialmente JUSTO, economicamente VIÁVEL e tecnologicamente SUSTENTÁVEL, discutindo as questões que permeiam o uso, a produção e a difusão do Software Livre em todo o Estado de Goiás.

Em 2013 comemora-se sua 10ª edição que acontecerá nos dias 29 e 30 de Novembro em Goiânia, capital do estado. Juntamente ao FGSL, a 1ª edição da Escola Regional de Informática de Goiás (ERI-GO) ganha espaço, unindo forças e realizando o evento em conjunto. O ERI-GO promovido pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC) é um fórum para pesquisadores, professores, alunos e profissionais de Computação e áreas afins cujo objetivo principal é fomentar a troca de ideias e experiências através de palestras, workshops, minicursos e laboratórios.

Dentre os temas a serem abordados, destacamos: design gráfico, educação, robótica, web, hacker ativismo, mobile, negócios, governo.

Vários palestrantes de renome nacional e internacional já confirmaram presença:

Dr. Pedro Rezende (DF);
Marcos Siriaco Martins (PR);
João Eriberto Mota Filho (DF);
Fábio Berbert (RJ);
Desireé Santos (RS) do grupo /MNT;
Rodrigo Troian (RS);
Guilherme RazGriz (RJ);
Hudson Manieri (RJ);
Christiano Anderson (SP);
Frederico Gonçalves Guimarães (MG);
Cadunico Fodovisk (RJ);
Klaibson Ribeiro (SC);
Eduardo Urcullú Madrid (Paraguai) e muitos outros etc...

Haverá atividades extras com os grupos de usuários, desconferências, DOJO's, espaço do networking, happy hour, sorteio de brindes, e outras surpresas.

Não fique de fora deste grande evento!

As inscrições e outras informações estão em http://fgsl.com.br/

Comentário (0) Hits: 2092

Tech Socials do HackerNests São Paulo: "Mulheres na Tecnologia

Por Márcia Santos Almeida. Publicado em Eventos

 

O HackerNest é uma iniciativa nascida no Canada, que se espalhou pelo mundo e que hoje está presente nas seguintes localidades:

  • São Paulo
  • Toronto
  • Waterloo
  • Vancouver
  • Seattle
  • Dallas - Fort Worth
  • Orange County
  • Kuala Lumpur


A principal atividade do HackerNest são os Tech Socials, eventos informais, onde Hackers, Nerds e Geeks se reúnem para conversar sobre tecnologias e oportunidades. Para mais informações sobre a iniciativa, visite o site mundial.
http://hackernest.com

Este mês, o tema dos Tech Socials do HackerNests é "Mulheres na Tecnologia" e o objetivo é fazer deste evento inaugural uma iniciativa 50:50, ou seja 50% de participação feminina.

Iniciará às 19h30 com cervejas e petiscos do dia 25 de novembro de 2013 no Germinadora, em São Paulo-SP.

Observação: O evento é gratuito mas as vagas são limitadas.

Inscrições e mais informações: http://www.meetup.com/HackerNestSAO/events/150379662/?a=ra1_te 

 

Comentário (0) Hits: 735

Painel Mulheres na Segurança da Informação no SecureBrasil

Por Márcia Santos Almeida. Publicado em Eventos

No dia 22 de agosto de 2013, em São Paulo, aconteceu mais uma edição do SecureBrasil, evento organizado pelo (ISC)² uma instituição internacional com mais de 25 anos de experiência no mercado de Segurança da Informação. Além das  palestras, soluções, networking e entretenimento, o evento trouxe uma novidade: um painel sobre a carreira da mulher na área de SI. 

SecureBrasil2013 267 BaixaRes

O painel "Mulheres na Segurança da Informação" teve como participantes Márcia Tosta, CSO da BR Foods, Juliana Abrusio, advogada e sócia da Ópice Blum Advogados, e Carolina Bozza, responsável pela linha de SIEM na McAfee; a mediação ficou por conta de Priscila Meyer, responsável pelo desenvolvimento de negócios do (ISC)² na América Latina.

 

 

A plateia ficou até o final para ver o painel, que começou com uma cena de Star Trek, onde um dos personagens questionava a chefe de segurança ser uma mulher. Frases como "do the job HE left behind" passavam nos slides enquanto as participantes contavam histórias sobre a vida na área de TI e Segurança da Informação, opinavam sobre os acontecimentos e respondiam as perguntas da plateia.

SecureBrasil2013 277 BaixaRes

A conclusão do Painel das Mulheres foi de que o homem pode aprender com a mulher, assim como a mulher aprende com ele.

O SecureBrasil ainda homenageou todas as mulheres presentes no evento com uma rosa vermelha.

Confira as fotos do painel.

Confira o vídeo na íntegra.

Por Juliana Frezarin

Comentário (0) Hits: 1290

Mulheres debatem seus papéis no universo da TI

Por Márcia Santos Almeida. Publicado em Eventos

 

consgi

Salários mais baixos e preconceito estiveram na pauta
15/08/2013 
Representantes de várias organizações e segmentos sociais envolvidos com tecnologia da informação e software livre debateram o papel atual da mulher na tecnologia: questões como preconceito; remuneração menor em relação aos homens; a cultura ainda muito masculino nesse universo profissional; e a decisão, de ainda assim, encarar anos de estudo e o desafio de atuar em funções ocupadas predominantemente pelo sexo masculino.

Todas apontaram questões importantes que precisam ser resolvidas, mas também registraram aspectos interessantes que dão à mulher diferenciais competitivos nesse mercado.

No destaque, Paola Juarez, peruana e especialista em segurança da informação ressaltou, por exemplo, o fato de a mulher ser mais detalhista, mais minuciosa como um diferencial para principalmente para quem trabalha com segurança. E assegura: “Meu jeito mulher me garante um plus nessa área. Para ela, esse sexto sentido, típico das mulheres, ajuda muito na atividade”, disse.

Perfil multitarefa da mulher como diferencial no universo do software livre

Já Vera Cavalcante Pereira, ex-empregada do Serpro e hoje líder da Comunidade LibreOffice, atribui a habilidade da mulher de fazer várias coisas simultaneamente como um diferencial para quem atua com software livre. “As comunidades de software prescindem dessa qualidade, desse perfil multitarefa das mulheres, dada a pluralidade de atividades desenvolvidas nesse tipo de comunidade”, afirmou.

Sobre as diferenças de remuneração e ocupação de cargos no mercado de TI, a representante da comunidade Mulheres na Tecnologia (MNT), Danielle Oliveira, foi enfática. “Hoje há apenas 19% de mulheres atuando na área de tecnologia e, mesmo ocupando os mesmos cargos, com as mesmas atribuições e responsabilidades, ganham menos que os homens”, esclareceu. Quanto mais alto o cargo, maior a diferença. “Em algumas situações, como em cargo de gestão de TI, as mulheres chegam a ganhar quase cinquenta por cento a menos que um colega na mesma função”, enfatizou.

Tv Serpro

O tema "Mulheres na TI" também foi alvo de debate na Tv Serpro.

Assista ao programa, clicando aqui.

 

Fonte: http://www.consegi.gov.br/sala-de-imprensa/noticias/mulheres-debatem-seus-papeis-no-universo-da-ti

 

Comentário (1) Hits: 3246
No tweets found.
  • mamu